Pesquisa

Fórum de Pesquisa

O notável Fórum de Pesquisa do Consórcio para Crianças de Rua é formado por acadêmicos, pesquisadores independentes e representantes de organizações da sociedade civil. Os membros do Fórum de Pesquisa trazem conhecimento acadêmico e profissional para orientar as prioridades e o trabalho de pesquisa coletiva da CSC. O Fórum de Pesquisa fornece uma plataforma para os especialistas compartilharem a pesquisa, recursos e abordagens existentes, bem como criar um vínculo entre a pesquisa acadêmica e o trabalho dos membros da rede no local.

DR. RUTH EDMONDS | CO-CHAIR OF THE RESEARCH FORUM

MANTENHA SUAS SAPATAS SUJAS

Ruth é etnógrafa e consultora de desenvolvimento social na Keep Your Shoes Dirty, uma organização que ela fundou. Ela também é Associada Honorária do Centro de Pesquisa sobre Famílias e Relacionamentos da Universidade de Edimburgo. A pesquisa de Ruth se concentra na geração de 'conhecimento local' sobre sistemas socioculturais para informar o desenho de programas e políticas com organizações em todo o mundo, incluindo Nações Unidas, governos, instituições de caridade internacionais e fundos e fundações. Ela tem quinze anos de experiência em pesquisa etnográfica aplicada, especialmente em relação a programas e políticas relativas a crianças e famílias vulneráveis, como crianças ligadas à rua, famílias chefiadas por crianças, ex-combatentes, crianças exploradas sexualmente, agência de juventude e empoderamento, violência contra mulheres, família e relacionamento. Seu trabalho abrange contextos de pesquisa abrangentes, incluindo Gana, Zâmbia, Uganda, Ruanda, Nepal, Equador e Reino Unido. Ruth também trabalhou com o Consortium for Street Children para supervisionar a abordagem de aprendizado e inovação da Building with Bamboo, a fim de desenvolver abordagens baseadas em resiliência para trabalhar com crianças ligadas à rua expostas a abuso e exploração sexual. A pesquisa de Ruth apareceu em relatórios de clientes on-line, revistas acadêmicas e livros editados.

LIZET VLAMINGS | CO-CHAIR OF THE RESEARCH FORUM

CONSÓRCIO PARA CRIANÇAS RUAS

Lizet Vlamings é gerente de advocacia e pesquisa da CSC, gerenciando as atividades de advocacia e pesquisa relacionadas à organização, incluindo pesquisas para tornar as crianças conectadas à rua mais visíveis e medir o progresso em direção à realização de seus direitos. Lizet tem formação acadêmica em ciências da saúde e direito dos direitos humanos, e já trabalhou em Uganda, onde documentou violações dos direitos humanos, conduziu projetos de pesquisa em direitos humanos em tópicos como acesso à justiça, democracia e eleições e uma abordagem baseada em direitos. ao alívio da pobreza. Além disso, ela tem experiência na utilização de resultados de pesquisas para realizar advocacy para promover os direitos de grupos populacionais vulneráveis com formuladores de políticas, profissionais e agências policiais. Os interesses de pesquisa de Lizet concentram-se em tornar visíveis as populações invisíveis e dar-lhes voz, e objetivam aproximar a pesquisa e a advocacia para garantir que estratégias e políticas para melhorar a vida das crianças de rua sejam baseadas nas realidades vividas pelas crianças de rua.

DR. ANDY WEST

INVESTIGADOR E CONSULTOR INDEPENDENTE

Por mais de 30 anos, o Dr. Andy West trabalhou nos direitos das crianças e jovens, particularmente na Ásia e no Reino Unido, mas também no Oriente Médio, África e Pacífico. Mais recentemente, Andy trabalhou nos direitos e participação das crianças no Vietnã e Bangladesh, na saúde da comunidade na China rural remota e publicou uma revisão sobre as perspectivas das crianças e o envolvimento em emergências humanitárias - Colocar as crianças no centro da Cúpula Humanitária Mundial. Andy se preocupa principalmente com crianças e jovens excluídos e marginalizados, principalmente no que diz respeito à proteção e participação. Seu trabalho em questões relacionadas à rua inclui “crianças de rua”, migração, lei, sistemas de assistência, particularmente no Reino Unido, China (incluindo Tibet e Xinjiang), Mongólia, Bangladesh, Indonésia, Mianmar, Filipinas e Sri Lanka.

DR. ANITA SCHRADER MCMILLAN

UNIVERSITY OF WARWICK

A Dra. Anita Schrader McMillan é pesquisadora sênior do Departamento de Política Social e Intervenção da Universidade de Oxford. Ela é psicóloga social com especialidade em saúde mental infantil e trabalha no Reino Unido e em países de baixa e média renda nas seguintes áreas: Promoção da saúde mental infantil na saúde pública; Prevenção de abuso e negligência de crianças; e Crianças com cuidados parentais limitados ou inexistentes, com foco em países de baixa renda. Anita tem formação em antropologia cultural e psicologia social e trabalhou extensivamente na América Central e do Sul e, mais recentemente, na África Subsaariana, em uma série de programas de pesquisa. Sua tese de doutorado foi sobre o impacto da educação dos pais no capital social da Guatemala no pós-guerra e envolveu um trabalho aprofundado em comunidades com altos níveis de violência e pobreza. Antes de entrar na vida acadêmica, trabalhou como diretora de duas ONGs e foi diretora (curadora) do Consórcio para Crianças de Rua por seis anos.

PROFESSOR DANIEL STOECKLIN

CENTRO DE ESTUDOS DE DIREITOS DA CRIANÇA, UNIVERSIDADE DE GENEBRA

O professor Daniel Stoecklin é professor associado de sociologia na Universidade de Genebra. Ele trabalha no Centro de Estudos dos Direitos da Criança e as áreas de pesquisa e ensino são a sociologia da infância, os direitos das crianças, as crianças de rua, a participação e a abordagem de capacidade. Ele completou seu mestrado com pesquisa documental na Universidade de Fudan, Xangai, sobre a política populacional da China. Seguiu-se um trabalho de campo para seu doutorado em crianças de rua na China. Daniel esteve envolvido em vários projetos de ONGs no campo das crianças em situações difíceis e como especialista independente do Conselho da Europa em relação à participação das crianças. Sua publicação mais recente no campo das crianças de rua: Aptekar, L., Stoecklin, D. (2014). Crianças de rua e jovens sem-teto: uma perspectiva transcultural. Dordrecht: Edições Springer.

DAVID WALKER

ITAD

David Walker é consultor sênior da Itad no tema Gênero. David é especialista em Desenvolvimento Social, com mais de 13 anos de experiência em pesquisa em aspectos de igualdade de gênero, violência baseada em gênero, proteção à criança e vinculação de evidências a processos políticos. O tema transversal deste trabalho é o foco na desigualdade de gênero e nas normas sociais como motores de privações e como esses fatores estão conectados ou separados aos fatores econômicos e à pobreza. O trabalho de David concentrou-se na violência, particularmente em meninas adolescentes, bem como nas ramificações estruturais relacionadas à prestação de serviços e à governança. Em uma capacidade extra-curricular, ele é um dos fundadores da organização 'Cities for Children'. David tem formação em Geografia Humana e Estudos de Desenvolvimento, com especialidades metodológicas nas áreas de abordagens qualitativas e participativas de avaliação. Isso inclui um foco em práticas sensíveis ao gênero e favoráveis às crianças / jovens, bem como técnicas secundárias, como revisões sistemáticas e síntese de evidências.

PROFESSOR GARETH JONES

ESCOLA DE LONDRES DE ECONOMIA E CIÊNCIA POLÍTICA

Gareth Jones é professor de Geografia Urbana na London School of Economics, diretor do Centro da América Latina e Caribe e membro associado do International Inequalities Institute. Seus interesses de pesquisa são em geografia urbana, com um interesse particular em como as pessoas fazem uso da cidade e em como as cidades são representadas por políticas e práticas. Ele realizou pesquisas no México, Colômbia, Equador, Brasil, Índia, Gana e África do Sul. Atualmente, Gareth é editor conjunto da Revista Européia de Estudos da América Latina e do Caribe e coordena a rede Europa-América Latina sobre Violência, Segurança e Paz, que reúne pesquisadores da LSE, GIGA (Alemanha), Centro de Conflitos, Desenvolvimento e Paz - Edifício (Suíça), Universidade dos Andes (Colômbia) e Universidade de São Paulo (Brasil). Saiba mais: http://www.lse.ac.uk/lacc/news/Europe-Latin-America-network-on-Violence-Security-and-Peace-network

DR. HARRIOT BEAZLEY

UNIVERSIDADE DA COSTA DO SOL

O Dr. Harriot Beazley é geógrafo infantil e praticante de desenvolvimento com experiência em pesquisa participativa centrada na criança com crianças e jovens, no sudeste da Ásia e no Pacífico. É Professora Sênior em Geografia Humana e Coordenadora do Programa de Desenvolvimento Internacional da Universidade da Costa do Sol (Austrália) e Pesquisadora do Centro de Comunicação e Mudança Social da Universidade de Queensland (Austrália). Desde 1995, a pesquisa de Harriot se concentra na pesquisa participativa e baseada em direitos com jovens conectados na rua na Indonésia e com outras crianças marginalizadas da região. Harriot é o editor de comissionamento (Austrália e Pacífico) da revista Children's Geographies: Advanced Interdisciplinary Understanding of Younger People Vives (Routledge, Londres).

HUGO RUKAVINA

STREETINVEST

Hugo Rukavina lidera as atividades de pesquisa e coleta de dados da StreetInvest. A StreetInvest é uma organização líder na condução de pesquisas sobre crianças ligadas à rua e em parceria com a Universidade de Dundee no projeto Crescendo nas Ruas, um projeto de pesquisa premiado, conduzindo pesquisas longitudinais sobre a vida das crianças ligadas à rua em Accra, Harare e Bukavu . O StreetInvest também é uma autoridade líder em metodologias observacionais de número de crianças conectadas às ruas e desenvolveu diversas ferramentas especializadas de coleta de dados para apoiar a prática de trabalho nas ruas. Hugo possui um mestrado em Prática do Desenvolvimento Sustentável da Royal Holloway, Universidade de Londres, com uma dissertação sobre a medição do bem-estar de crianças de rua e como isso pode mostrar evidências de impacto do trabalho de rua. Hugo está particularmente interessado em pesquisas sobre o impacto do trabalho de rua e em como demonstrá-lo, bem como em pesquisas qualitativas e de contagem de pessoas sobre a vida de crianças ligadas à rua para saber quem são, onde estão e o que precisam.

PROFESSOR IRENE RIZZINI

CENTRO INTERNACIONAL DE PESQUISA E POLÍTICA DE INFÂNCIA

Irene Rizzini é professora da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Brasil (PUC-Rio) e diretora fundadora do CIESPI - Centro Internacional de Pesquisa e Política da Infância da PUC-Rio. Seus principais interesses de ensino e pesquisa estão nas áreas de Direitos Humanos e Políticas Públicas. Irene é freqüentemente usada como especialista em questões que afetam crianças por agências governamentais estaduais e federais no Brasil, bem como por centros de pesquisa e políticas sem fins lucrativos no Brasil e no exterior. O trabalho de Irene inclui a análise da condição de crianças e jovens em contextos de vulnerabilidade, como crianças em situação de rua, crianças em situação de cuidado e aquelas que crescem em contextos de pobreza e violência. Publicações selecionadas do professor Rizzini podem ser encontradas no site do CIESPI.

KHUSHBOO JAIN

UNIVERSITY OF DELHI

Khushboo Jain trabalhou extensivamente para garantir os direitos das crianças em contato com ferrovias e crianças ligadas à rua na Índia, inclusive através de uma petição no Supremo Tribunal de Délhi. Ela é um dos membros fundadores do 'Grupo de Trabalho da Índia para os Direitos das Crianças em Contato com as Ferrovias'. Como candidata a PhD no Departamento de Sociologia da Universidade de Delhi, ela está pesquisando práticas domésticas nas ruas de Delhi. Khushboo está trabalhando em uma pesquisa intitulada 'Marginalidade Social e Geográfica nos Espaços Urbanos Contemporâneos', um estudo sobre como grupos marginalizados, incluindo refugiados e romanichéis, coexistem em espaços urbanos marginais na Europa. Além disso, ela está associada ao Centro Australasiano de Direitos Humanos e Saúde, para divulgar a legislação antidote na Austrália e iniciar conversas sobre os novos contornos do abuso de dote na Índia.

PROFESSOR LEWIS APTEKAR

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SAN JOSE

Lewis Aptekar é professor aposentado de Educação de Conselheiros na Universidade Estadual de San Jose e ex-presidente da Sociedade de Pesquisa Intercultural. O professor Aptekar iniciou sua pesquisa com crianças de rua em Cali, Colômbia, na década de 1980. Desde então, ele conduziu estudos em vários continentes sobre crianças de rua, crianças vítimas de desastres naturais e crianças deslocadas pela guerra. Ele se concentrou em comparações transculturais, na resposta do público às crianças de rua, diferenças de gênero e mudanças na dinâmica da adolescência. Seu trabalho é direcionado a profissionais, formuladores de políticas e pesquisadores. Lewis é um pesquisador premiado com publicações de livros, incluindo crianças de rua em Cali; Desastres ambientais em perspectiva global; Na boca do leão: esperança e desgosto na assistência humanitária; Crianças de rua e jovens sem-teto: uma perspectiva transcultural.

PROFESSOR LINDA THERON

UNIVERSITY OF PRETORIA

Dra. Linda Theron é psicóloga educacional e professora titular do Departamento de Psicologia Educacional da Faculdade de Educação da Universidade de Pretória; um associado no Centro para o Estudo da Resiliência, Universidade de Pretória; e um professor extraordinário na Optentia Research Focus Area, North-West University, África do Sul. A pesquisa e as publicações de Linda concentram-se nos processos de resiliência dos jovens sul-africanos desafiados por adversidades crônicas e explicam como os contextos socioculturais moldam a resiliência. Ela é editora líder da Resiliência e Cultura da Juventude: Complexidades e Commonalidades (Springer, 2015) e editora associada da revista Child Abuse & Neglect (Elsevier). Linda transformou propositadamente as descobertas da pesquisa em conteúdo curricular, bem como em produtos voltados para o usuário e / ou para a comunidade e recebeu várias recompensas de pesquisa a esse respeito.

PROFESSOR LORRAINE VAN BLERK

UNIVERSITY OF DUNDEE

Lorraine van Blerk é professora de Geografia Humana na Universidade de Dundee. Ela conduziu pesquisas com crianças e jovens ligados à rua na África Subsaariana nos últimos 18 anos e escreveu mais de 70 publicações acadêmicas e relacionadas a políticas nessa área. Lorraine é um dos Diretores de Pesquisa do projeto de pesquisa longitudinal e qualitativa de Crescer nas Ruas. Em particular, Lorraine tem um grande interesse em trabalhar para uma participação mais efetiva das crianças de rua nas práticas de pesquisa e política, e isso tem sido amplamente divulgado em seus escritos. Lorraine ocupou o cargo de presidente do fórum de pesquisa de 2012 a 2018.

MICHELE PORETTI

UNIVERSIDADE DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL, LAUSANNE E CENTRO DE ESTUDOS DE DIREITOS DA CRIANÇA, UNIVERSIDADE DE GENEBRA

A Dra. Michele Poretti é Professora Associada da Universidade de Lausanne de Formação e Pesquisa de Professores no Centro de Estudos dos Direitos da Criança da Universidade de Genebra. Ele possui formação acadêmica multidisciplinar (sociologia, economia, direitos da criança, avaliação de políticas públicas) e uma experiência de uma década no campo humanitário, nomeadamente dentro do Comitê Internacional da Cruz Vermelha, incluindo trabalho de campo, desenvolvimento e avaliação de políticas. Suas pesquisas e publicações exploram as implicações políticas de diferentes práticas baseadas nos direitos da criança, com ênfase especial na inclusão, cidadania e desigualdades. Ele estudou, em particular, os potenciais e as armadilhas dos espaços participativos voltados para crianças e jovens, bem como a evolução da agenda internacional dos direitos da criança desde a adoção da Convenção das Nações Unidas sobre os Direitos da Criança, analisando os fatores que moldaram as trajetórias de categorias como 'crianças de rua', 'violência contra crianças' ou 'crianças desaparecidas'. Ele também avaliou a relevância das políticas locais de infância e juventude na Suíça através da perspectiva de crianças de 8 a 10 anos de idade com diferentes contextos socioeconômicos, incluindo crianças com fortes conexões com a rua.

PAULA HEINONEN

CENTRO INTERNACIONAL DE ESTUDOS DE GÊNERO EM LADY MARGARET HALL, UNIVERSITY OF OXFORD

Paula Heinonen é pesquisadora associada, Centro Internacional de Estudos de Gênero (IGS), em Lady Margaret Hall, Universidade de Oxford. Foi professora universitária em estudos de gênero, política e antropologia do desenvolvimento na Hertford College, Universidade de Oxford (2004-2017). Antes disso, ela foi professora sênior em antropologia no Departamento de Sociologia e Antropologia Social, além de ser chefe de pesquisa do Centro de Pesquisa e Treinamento para Mulheres (agora renomeado Centro de Estudos de Gênero), Universidade de Addis Abeba, Etiópia. Paula é doutora em antropologia pela Universidade de Durham, bacharel e mestre em ciências humanas pela Universidade de Oxford e possui um diploma em desenvolvimento pela Ruskin College, Oxford. Seus interesses de pesquisa específicos estão na área de estudos da infância, crianças de rua e gangues de jovens, além de feminismo e masculinidades. As publicações selecionadas incluem: Gangues de Jovens e Crianças de Rua: Cultura, Criação e Masculinidade na Etiópia. 2011 e Berghan Books e Implicação Metodológica da Diversidade Contextual na Pesquisa sobre Crianças de Rua, Jovens e Ambientes, Vol.13, no.1 (primavera de 2003)

PROFESSOR PHIL MIZEN

UNIVERSIDADE DE ASTON

O professor Phill Mizen é um sociólogo de crianças e jovens com um interesse particular no trabalho, trabalho e emprego e, por muitos anos, trabalha com o professor Yaw Ofosu-Kusi (Universidade de Educação de Winneba), pesquisando e publicando extensivamente experiências e entendimentos de crianças. de viver e trabalhar na rua e em assentamentos informais; e no desenvolvimento de abordagens metodológicas para pesquisas com e para crianças atentas às suas vozes. Atualmente, Phill é Decano Associado de Pesquisa na Escola de Idiomas e Estudos Sociais da Universidade de Aston e membro do Conselho Editorial da revista Trabalho, Emprego e Sociedade. Sua pesquisa e redação se concentram na agência infantil, que se aplica à vida de crianças que vivem em circunstâncias especialmente difíceis, e ele recebe regularmente convites de instituições de renome, como a Max-Plank-Gesellschaft, o Institut Universitaire Kut Bösch e a Harvard University para falar. sobre este trabalho.

PROFESSOR SARAH JOHNSEN

UNIVERSIDADE HERIOT-WATT

A professora Sarah Johnsen é professora do Instituto de Pesquisa em Políticas Sociais, Habitação e Igualdade (I-SPHERE) da Universidade Heriot-Watt. Ela já trabalhou na Universidade Queen Mary de Londres, na Universidade de York e no Exército de Salvação (Reino Unido e Irlanda). Grande parte do trabalho de Sarah se concentra na falta de moradia, dependência e cultura de rua no Reino Unido. Ela possui especialização em jovens sem-teto e interesse contínuo na prática e ética da pesquisa envolvendo pessoas vulneráveis. Algumas publicações de Sarah incluem: Watts, B., Johnsen, S. e Sosenko, F. (2015) Juventude sem-teto no Reino Unido: uma revisão para a Fundação Ovo (Edimburgo, Universidade Heriot-Watt); e Johnsen, S. & Quilgars, D. (2009) Sem-abrigo para jovens, em: Fitzpatrick, S., Quilgars, D. & Pleace, N. (Eds.) Sem-abrigo no Reino Unido: problemas e soluções, 53-72 (Coventry , Chartered Institute of Housing).

DR. VICKY JOHNSON

UNIVERSIDADE DAS MONTANHAS E ILHAS

Dr. Vicky Johnson é diretor do Centro de Comunidades Remotas e Rurais da Universidade das Terras Altas e Ilhas. Ela já trabalhou na Universidade Goldsmiths de Londres e na Universidade de Brighton. Ela tem mais de vinte anos de experiência como pesquisadora e praticante em desenvolvimento social e comunitário e participação de crianças e jovens, e liderou programas e parcerias na África, Ásia e América Latina para organizações não-governamentais internacionais, incluindo ChildHope, e prestou consultoria especializada para vários departamentos da ONU e do governo, incluindo o ACNUR, OIT e DFID sobre esses tópicos. Vicky dá palestras sobre metodologia de pesquisa social, infância internacional, geografia infantil, direitos da criança e do homem, educação comparada internacional e lidera programas internacionais de pesquisa com crianças e jovens marginalizados. Recentemente, ela liderou a Pesquisa Mundial dos Direitos da Incerteza da Juventude (YOUR) na Etiópia e no Nepal para entender como apoiar a criatividade dos jovens diante da incerteza.

PROFESSOR YAW OFOSU-KUSI

UNIVERSIDADE DA EDUCAÇÃO EM WINNEBA

Yaw Ofosu-Kusi é professor de Estudos Sociais e decano da Faculdade de Direito e Ciências da Administração da Universidade de Energia e Recursos Naturais, Sunyani, Gana. Ele também é pesquisador do Departamento de Estudos Africanos da Universidade do Estado Livre, na África do Sul. Antes de sua nomeação atual, ele atuou em várias funções na Universidade de Educação, Winneba, Gana; foi professor visitante na Universidade de Fribourg / Institut Kurt Bosch, na Suíça, e na Universidade de Flensburg, na Alemanha; e o diretor anual do Instituto de Estudos da Criança e da Juventude do Conselho para o Desenvolvimento da Pesquisa em Ciências Sociais na África (CODESRIA), Dakar, Senegal em 2011. Yaw é PhD em Estudos Sociais Aplicados pela Universidade de Warwick, Reino Unido, e seu interesse de pesquisa é principalmente na infância urbana e na economia informal, com atenção específica ao trabalho infantil, migração infantil, vida nas ruas e agência infantil. Recentemente, ele editou o livro 'Agência para Crianças e Desenvolvimento nas Sociedades Africanas', publicado pelo CODESRIA em 2017.